sábado, 28 de julho de 2012

Meu Mito da Caverna


Queridos blogueiros, amigos, familiares colegas e contatos do meu facebook, quanto tempo não venho aqui escrever, nossa, estava com muita saudade de escrever. O que aconteceu? Bom, estava em um mosteiro no Tibete. Brincadeira, eu estava em um processo de tratamento, nossa Diogo você é uma bomba relógio ou uma metamorfose ambulante com defeito, ao mesmo tempo que está feliz, está mudando, está vivenciando problemas, está pensativo, está de um pico ao outro com uma freqüência frenética. Queridos, esse sou eu a inconstância da minha insatisfação, me transforma em um ser humano buscando mudanças, tentando ser melhor do que fui ontem e com os erros cometidos confesso que levo tempo pra canalizá-los como experiência e seguir em frente.

Foram “dias de Lutas e dias de Glória”, como já bem dizia Charlie Brown, encontrei-me com a fraqueza criada por traumas de infância que nunca antes tratados, sempre voltavam a me assombrar, confrontei todos eles de frente com muito vigor e atitude, consegui ultrapassar essa etapa da minha vida que venhamos e convenhamos demorou muito pra chegar nela. Consegui trazer de volta uma paz que eu não sentia a mais de 15 anos, salve, salve as consultas psicológicas e a reaproximação intima, única e exclusiva com Deus. 

Eu juro pra vocês que era completamente preconceituoso com toda e qualquer área da psique, me intitulava louco em pensar que um dia poderia precisar ir a algum dos que trabalham nessa área. Só que a vida é uma caixinha de surpresas e de tanto lutar contra isso na busca de ser alguém melhor, pedia a Deus que fizesse isso como um milagre, como forma de glória onde fosse prazeroso sentir a transformação, mas: “Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua.Provérbios 16:1.

E foi assim que tudo começou, e é assim que estou aqui agora pra compartilhar minha alegria de poder enxergar a vida de outra forma e agora em 3D.

Em breve mais acontecimentos e alegrias a serem compartilhadas... sem mais por hora.

Fiquem com esse vídeo que especificamente hoje, confirmou algumas coisas sobre minhas convicções cristãs, que estive pensando no decorrer dessa semana.


Diogo Hamlet